Balenciaga acusada de promover abuso infantil na sua campanha

As imagens da última campanha da Balenciaga foram descritas como “perturbadoras” e “exploradoras de crianças”. 

O conjunto de fotos, usado em anúncios da coleção Primavera/Verão 2023 da marca espanhola, provocou uma enorme indignação ao ser postado no Instagram da marca com cerca de 14 milhões de seguidores.

Mas afinal, o que estava na campanha?

A marca realizou uma sessão de fotos onde mostravam duas meninas a segurarem ursinhos de pelúcia, mas estes teem tiras de couro com tachas, correntes e camisas de rede.

Após uma rápida reação, Balenciaga removeu as fotos de todas as plataformas, mas foram publicadas no Twitter pelas pessoas indignadas.

Documentos de casos de imagens de abuso infantil do Supremo Tribunal nas fotos da campanha

Uma foto mostra uma bolsa preta em cima de uma pilha de papéis espalhados – todos em branco, excepto um.

“Os usuários do Twitter apontaram que o único documento parece ser um trecho de um caso do Supremo Tribunal, US v. Williams, no qual o tribunal manteve um estatuto federal que proíbe a promoção de imagens de abuso sexual infantil. 

O caso de 2002 concluiu que a Lei de Prevenção de Pornografia Infantil de 1996 (CPPA) violava a liberdade de expressão.”

Um livro que apresenta pinturas de crianças nuas 

Numa outra foto da campanha mostra uma modelo sentada numa cadeira de escritório. E por detrás da modelo as pessoas que ficaram indignadas referiram que está um livro chamado Fire from the Sun, de um artista chamado Michael Borremans.

Um rápido Google do livro revelará as pinturas de Borremans de crianças correndo nuas, olhando e segurando partes do corpo cobertas de sangue.

O que as pessoas estão dizendo sobre isso?

Quando uma imagem vale mais do que mil palavras, o artista Bob Moran publicou a imagem de Jimmy Savile vestido de Balenciaga.

Jimmy Savile, apresentador do canal de televisão BBC foi um predador sexual que tinha relaçōes estreitas com o actual Rei de Inglaterra, com a antiga Rainha de Inglaterra e vários membros da sociedade elite Inglesa, nomeadamente Margaret Thatcher, ex primeira Ministra Inglesa. E não podemos esquecer também, o escândalo que envolve o irmão do actual Rei de Inglaterra – Principe Edwards com as acusaçōes de pedofilia.

 

As pessoas descontentes com esta campanha da Balenciaga iniciaram o hashtags #BoycottBalenciaga e #CancelBalenciaga. Alguns disseram que os materiais e adereços usados ​​nas fotos representavam fetiches de escravidão e disciplina, dominação e submissão, sadismo e masoquismo.

O que fez Balenciaga perante isto?

“Condenamos fortemente o abuso de crianças de qualquer forma”, escreveu Balenciaga. E iniciou um processo em tribunal contra o fotógrafo da campanha.

Quem mais respondeu?

A embaixadora da marca, Kim Kardashian, quebrou o silêncio sobre o assunto na segunda-feira, quando postou uma declaração nas suas redes sociais.

Kim disse que ficou “abalada com as imagens perturbadoras”.

O filho de Donald Trump também usou o twitter:

“Parece haver mais indignação sobre Elon Musk fazer liberdade de expressão e remover do twitter pornografia infantil do que há sobre o escândalo de escravidão infantil pornográfica de Balenciaga e o silêncio de praticamente todas as celebridades que representam essa marca doentia. Muito revelador!!!”

Celebridades associadas à marca e em silencio: Bella Hadid, Nicole Kidman, Gigi Hadid, Ariana Grande, jennifer Lopez…

Mas Iolanda como isto está relacionado com o Santiago?

Tudo! Num mundo onde se tenta a alegada normalização de abusos sexuais de crianças, com o silêncio da sociedade de elite é urgente acordar consciências.

Todos os dias há famílias separadas à força pela policia para Adopção Forçada.

Há milhares de crianças que desaparecem aos cuidados dos serviços sociais. Há sem dúvida um negócio que envolve todas estas crianças roubadas às famílias. Para onde vão estas crianças? Para que servem estas crianças? Quem quer estas crianças? Quem protege a familia e as crianças? Mas afinal, quem são os predadores de crianças e onde trabalham eles?

Obrigada por leres, e por favor, deixa o teu comentário em baixo, para ajudares no crescimento deste website!

Iolanda Menino

Artigo escrito com apoio do artigo da ABC NEWS.

 

PARTILHE
Twitter
Visit Us
YOUTUBE
INSTAGRAM

5 thoughts on “Balenciaga acusada de promover abuso infantil na sua campanha”

  1. Tudo isto é muito triste e nojento.
    Usar as crianças para publicidade modelo de moda com ideias abusivas é muito revoltante .
    Os pais tem que ter muita coragem,calma para educar as seus filhos.
    Isto está tudo a ser encaminhado para um futuro próximo muito nojento.
    Ao ver estas situações,é muito difícil oriental as crianças.
    Deus proteja todas as crianças roubadas as suas famílias biológicas.
    Avó do Santiago

    Paula Correia

    2
    0
  2. Tudo isto é muito triste e nojento.
    Usar as crianças para publicidade modelo de moda com ideias abusivas é muito revoltante .
    Os pais tem que ter muita coragem,calma para educar as seus filhos.
    Isto está tudo a ser encaminhado para um futuro próximo muito nojento.
    Ao ver estas situações,é muito difícil oriental as crianças.
    Deus proteja todas as crianças roubadas as suas famílias biológicas.

    Paula Correia

    0
    0
  3. Very very disturbing. Thank you for sharing this article Iolanda! The word needs to keep spreading and the totally unaware people need to wake up to this outright sickness going on in this world!

    1
    0
  4. Que horror 😨… Até quando as crianças estão à disposição destas criaturas odiondas!? Tentam sempre normalizar o que é anormal, antinatural !!
    Sem palavras… E muito agoniada!!

    1
    0

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0

Your Cart